sábado, 12 de janeiro de 2013

OS DESBRAVADORES DO COLECIONISMO NO MARANHÃO - PARTE I




ENTREVISTA COM COLECIONADORES DO MARANHÃO

Hoje tem início a uma série de entrevistas com colecionadores do estado do Maranhão intitulada “OS DESBRAVADORES DO COLECIONISMO NO MARANHÃO” eles vão contar um pouco da Cena Diecast neste estado tão distante dos grandes centros, uma visão pessoal do Colecionismo Diecast de Carros em Miniatura de uma maneira geral, acompanhem agora a primeira entrevista da série...

Jean Carlos, no colecionismo, Jean JL, 31 anos, casado, três filhos, Técnico em radiologia e hoje empresário do ramo de malharia, Maranhense de Bacabal - MA.
Vamos à entrevista...

1 – Quando? Como? E Porque vocês deram início as suas coleções?

R. Eu comecei em 2000, com algumas minis da Hw, mas só levei mais a sério em 2005 quando descobri as redes sociais, o Orkut foi quem me esclareceu muita coisa, as amizades que a gente faz nas redes sociais e fui vendo que tinha mais gente com o mesmo gosto que o meu, fiz amigos colecionadores e colecionadores amigos, as miniaturas nos proporcionam isso, tive uma infância difícil, poucos brinquedos e acho que daí partiu meu gosto por carrinhos e de lá pra cá já se vão muitas minis e muitos amigos.



2 – Qual foi a primeira miniatura de suas coleções? Contem a história dela?

R.: A primeira miniatura eu não me lembro ao certo, na época em que comprei as primeiras, comprei por volta de 5 ou 6, lembro que tinha um corvette, e uma picape, fiz uma mescla entre hw e matchbox, lembro da 1ª mini que eu gostei, foi a 8 crate de 2005 com decorações da bandeira americana e que ainda a tenho.



3 – Quantas miniaturas vocês possuem em suas coleções? Como vocês acondicionam suas miniaturas?

R.: hoje eu tenho por volta de 3 mil a 3.500 minis, parei de contar e tenho me desfeito de algumas por mudança de foco, antes eu só colecionava 1/64 mas depois de adquirir algumas em escala maior eu já tenho quase 80 minis de escalas diversas, ponho minhas minis em estantes separadas por nichos, algumas ainda estão em seus blister’s por 2 motivos, o 1º é a falta de espaço e o 2º é devido a raridade de algumas e por se tratarem de minis especiais também.



4 - Qual é a menina dos olhos, a mais rara, ou mais cara, ou mais importante miniatura de cada uma de suas coleções, conte-nos a história da aquisição da mesma?

R. tenho algumas raridades, tenho a 1ª mini feita por um colecionador brasileiro, um Mustang boss, tenho a versão normal e a versão chase dessa miniatura, tenho algumas miniaturas de filmes que considero meninas dos olhos, tenho miniaturas customizadas com a fotos dos meus filhos que gosto muito, a miniatura favorita é o mustang, os mustangs hehehe... Gosto demais desse carro, gosto dos muscles car’s. todos eles. O valor sentimental pra mim é maior que o monetário.



5 – Vocês seguem algum foco? Escala? Ou marca em suas coleções?

R. meu foco era de inicio em escala 1/64 mas depois agreguei outras escalas, hoje só coleciono miniaturas que eu realmente gosto, nada de miniaturas de carros com formatos bizarros como tem por ai. Carros clássicos, esportivos, de corrida como F1 e nascar, tudo isso ta no foco, as marcas são as mais diversas possíveis, Hw, mbox, kyosho, M2 machines, GL, JL, minichamps.... todas rsrs... Se a miniatura for legal vem pra coleção independente da marca.



6 – Vocês conseguem todas as miniaturas que procuram no Maranhão ou mesmo no Brasil? Como e Onde você adquirem suas miniaturas?

R.: Acho que pelo menos 75% da minha coleção veio de fora, nunca fiz uma compra internacional, mas compro de lojas virtuais como a semaan, carrinhos de ferro do nosso amigo Francisco Palácio Jr, do rota73, mas em maior parte compro de amigos colecionadores que também vendem miniaturas, diga-se de passagem, que não deixam a desejar em nada, tanto na qualidade como nos preços, tipo o Joca, o kdtgsi (Lucas de SC), Sixto (do ES), Beto V8 (do DF) entre tantos outros, as negociações existem de colecionador pra colecionador. As trocas de minis são freqüentes, que o digam os amigos de SC, Ratão, Lupa, Ricardo V8 entre tantos de SP, Reno Rocco... são tantos que a gente faz negócio que é difícil destacar a todos. Aqui em minha cidade só se encontra hw e olhe lá, e assim a gente recorre a outros amigos colecionadores e as lojas virtuais.



7 – Vocês participam de encontros de colecionadores no Maranhão? Quantos já foram realizados por ai? Onde e Como são eles?

R. Encontros aqui ate agora só ocorreu um, em julho de 2012 em são Luiz do maranhão, com o apoio da loja hi-happy e a organização dos colecionadores daqui do estado, foi só o 1º, o 2º já ta marcado para meados de março. Em 2010 eu fiz uma exposição aqui na minha cidade, Bacabal, com outros dois colecionadores.


8 - Como vocês se organizam, como se comunicam, como se conheceram, vocês tem idéia de quantos colecionadores atuantes existem no Maranhão?

R.: Nos conhecemos por meios das redes sociais, e mantemos contato quase que diariamente por todos os meios possíveis, colecionadores ativos temos seis ou sete. Mas com certeza todos com coleções maravilhosas, levando-se em conta as dificuldades que temos poucas opções no nosso estado, principalmente quem mora no interior, levando-se em conta a questão do frete caro.



9 - Qual é a principal loja do seguimento no Maranhão?

R.: Aqui temos a Hi-Happy e as americanas, mas creio que como eu, todos os outros compram mais de fora do que de dentro do estado, haja vista a pouca disponibilidade de miniaturas de qualidade.



10 - Como é a cena diecast no Maranhão?

R. Aqui o povo ainda leva meio que no amadorismo, considerando-se os estados do sul onde há divulgação, apoio e muita variação de marcas e modelos, tem gente que critica marmanjos que ainda brincam de carrinhos, mas eu não ligo.



11 – O que os atraem em uma miniatura? Quais as características que os direcionam a aquisição de um item novo para sua coleção?

R. Hoje eu reparo muito no detalhamento, existem minis muito mal feitas na escala 1/64 mas, nessa mesma escala existem verdadeiras obras de arte como os M2, Kyosho, a própria GL e num passado nem tão distante a JL, hoje temos minis que abrem capô, portas, com faróis de acrílico, detalhes de maçanetas por exemplo, isso tudo chama a atenção. Eu que gosto muito de carros de filmes, tem agora a GL que nos oferece a série Hollywood, antes a própria JL fazia isso, isso me chama muito a atenção.



12 – Vocês se interessam sobre os acontecimentos e notícias relacionadas com o colecionismo diecast? Vocês acompanham algum canal de notícias relacionado com o nosso hobby, Site ou Blog?

R.: Eu estou sempre ligado, quero estar por dentro de tudo, um dos canais é o Hot Kengas e o T-hunted, a gente fica por dentro de tudo pra saber o que nos aguarda dentro do cenário das miniaturas. Tanto as boas como as más noticias, como na época do fechamento do RLC Brasil.



13 – Qual a sua opinião sobre o momento atual do colecionismo diecast no Brasil?

R. O colecionismo hoje esta agitado, só cito um exemplo, a California toys com a parceria com a GL, para nos trazer minis com mais facilidade, trazer mais opções e inclusive o que esta vindo por ai, miniaturas nacionais, respeito ao colecionador, coisa que a Mattel não faz.

14 – Todos sabemos que a Mattel dona das marcas HOT WHEELS e MATCHBOX é a maior do mundo, quais são as suas opiniões sobre a atuação dela no Brasil?

R. A mattel peca em não valorizar o mercado nacional, desfez o RLC, não dá continuidade em algumas series, um exemplo, a serie vintage Racing lançada em 2011, nem todas as minis vieram, eu fechei a serie mas com a ajuda de amigos, isso nos deixa chateados, se a mattel lançasse a cada ano uma seria para o segundo mercado em miniaturas, o nosso, ela teria êxito todos os anos, mas ela não liga pro colecionador nacional, e o fato maior é o de não mandar a mbox pra cá, quanto de grana eles já perderam nisso e o quanto de miniaturas nós deixamos de ter em nossos coleções??!!



15 – Existe vida além da Hot Wheels?

R.: E como existem, risos, a Hot Wheels serve de escola para muitos, pois no inicio a gente pega de tudo, por que a Hot Wheels é a marca de miniaturas mais presente e não tem como não começar por eles, creio que 95% de quem inicia uma coleção começa pelos HW, daí com o tempo a exigência aumenta e o HW não nos agradam tanto como no inicio... e o que acontece? A gente deixa de pegar cinco HW para pegar um GL ou um M2 ou uma Kyosho, e o que antes era só quantidade vira qualidade.



16 – Do que você sente falta no colecionismo diecast maranhense ou brasileiro?

R.: Aqui no maranhão se necessitaria de apoio, de mais eventos, de mais diversidade nos produtos diecast. Porque amor isso não falta, a gente faz loucuras pra ter uma miniatura que tanto queremos, loucuras no bom sentido é claro, sem deixar de lado a responsabilidade de homens que somos.




17 – Se vocês pudessem mudar alguma coisa, O que vocês fariam? Qual é o mundo ideal no colecionismo diecast?

R.: Uma que eu mudaria era a questão dos correios, o frete, coisa que atrapalha muito hoje, pagar frete é como pagar IPVA, é uma grana que a gente paga, mas com dó, fora a demora dos correios... Tem também os atravessadores, hoje não se acha os $TH com a mesma facilidade de antes e isso é culpa do próprio colecionador, pelo menos isso já estaria bom.



18 – Em 2010 o seu início foi muito promissor, ai veio a 3ª Convenção Anual da Hot Wheels no Brasil e alguma coisa estava errada, ai logo começaram a chegar as más notícias, a Mattel encerrou as atividades do Red Line Clube no Brasil com menos de um ano da sua criação, Cancelou a 4ª Convenção Anual Hot Wheels do Brasil que seria realizada em 2011 e que segundo alguns boatos, nada oficial, seria realizada em Belo Horizonte – MG e a partir daí seria itinerante, e descontinuou algumas séries, Vocês tem uma opinião formada sobre estes acontecimentos?

R.: Como já falei anteriormente, a mattel peca em não dar atenção ao colecionador brasileiro, pega em todos os sentidos, em má distribuição, em descontinuidade, em ter fechado o RLC e eles perdem muito com isso pois outras marcas estão percebendo o poder que tem o colecionador Brasileiro.l

19 - Em Maio 2011 foi realizada em São Paulo a 1ª COLECON BRASIL, um dos maiores eventos ligados ao colecionismo diecast de carros em miniatura já realizado no Brasil, vocês participaram deste evento, ouviram falar, o que acharam dele?

R.: Eu não participei mas a vontade foi grande, sabemos do sucesso que foi, com miniaturas exclusivas, muito bom, sei também que você Silvio foi um dos organizadores e quero lhe dar os parabéns pelo êxito no evento, quem sabe no próximo siga uma caravana daqui do Maranhão.

20 – Algumas empresas se aproveitaram do vacilo da Mattel, e entraram com mais força no mercado de colecionáveis, uma dessas empresas foi a CALIFORNIA TOYS, que abasteceu o mercado com várias marcas e suas séries, tais como: Greenlight, M2 Machines, Welly, Hot Wheels Elite, Jada e Maisto e a sua série própria a California Collectibles 64, vocês tem uma opinião formada sobre esta situação?

R.: Risos, é o que eu disse anteriormente também, foi uma ótima sacada da CALIFORNIA TOYS e eles só tem a ganhar com isso, e em contra partida os colecionadores brasileiros como minis especiais como o fusca que vai ser lançado agora, coisa que a mattel não fez em tanto tempo no mercado nacional, quero agradecer a  CALIFORNIA TOYS pela moral dada a todos nós.

21 – Analisando o colecionismo diecast como Hobby ou Negócio, Vocês acham que o colecionador brasileiro é tratado com respeito?

R.: Pela Mattel não. Mas a CALIFORNIA TOYS esta ai, para isso, hoje temos também a semaan com sua loja virtual, com frete grátis, com entrega rápida, (quero comissão pelo merchandising hehehe), tem a carrinhos de ferro que tem atendimento rápido e personalizado, enfim, tem melhorado.



22 – De uma dica para os colecionadores que estão começando?

R.: Curtam cada miniatura que venham a adquirir, sem pressa em ter uma coleção enorme, com responsabilidade para não fazer do hobby uma problemática, pois o mercado oferece muito e se você não se cuidar você acaba com dividas, curta sua coleção na certeza de que nunca teremos tudo, mas que consigamos ter o máximo dentro das condições, sabendo que cada mini tem sua historia, seu valor, faça disso um prazer, uma válvula de escape para os problemas diários, boa sorte no ínicio e na continuidade da coleção. Abraços Jean JL (Bacabal MA)

I - Silvio obrigado pela oportunidade dada a todos nós. Abraços.

Obrigado a todos os amigos colecionadores, meu respeito e admiração a todos...

Davis Langkmmer, Reno Rocco, Marcelo DT que me ensinou muito no inicio, Fabio Tavares, Reginho Grillo, Fabio catto, Lupa, Ratão, Valmor, Flaviooooo, Rico V8, Lucas (kdt), Manoel Jr, Laercio Medeiros, Chain, Marcelo Parrine, Garagem Potiguar, Garagem de brinquedos, Maedinha, Rodrigo Perone, Sixto, o saudoso Moacir, o amigo Marcelo pastel, Marcelo foureaux, Dijalma Lima o federal, Kelly, Joca, JD Minis, Emerson Lizandro, Emerson Jambeiro, Raniery, Danilo, Petruz pegaron, Jeferson Silva, Alvaro Noletto, Bull, Luciano Mendes, Marcos Mendes, Mozart, Jose Julio o JJ, Jorginho, Gal, Wpinto, Bosco do MM, Fabio torres, Muttley, Juliano Marques, Alex brumester, Diego Ricelle, Bruno Big Bat’s, Sérgio Marinho, Thiago da semaan que atura meus emails, Douglas T-hunted, vc Silvio, Hermanito, Benny, Francisco Palácio Jr... e a todos os outros, se esqueci de algum me perdoem

Não foi essa a intenção... E a Deus... por tudo.....

8 comentários:

  1. PARABÉNS JEAN PELA BELA ENTREVISTA E HOT KENGAS PELO ESPAÇO CEDIDO. FICO FELIZ EM VER O MARANHÃO NO CENARIO NACIONAL COM UM GRANDE COLECIONADOR DO MEIO COMO O JEAN QUE ME AJUDOU MUITO COM DICAS E PEÇAS PARA A COLEÇÃO, GRANDE ABRAÇO AMIGO SUCESSO SAUDE E MUITAS MINIS SEMPRE.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Nobilíssima Equipe do HK pela bela entrevista com mais um colecionador nordestino!!! Apesar das dificuldades de encontrar mini e dos altos com os fretes, a turma do Nordeste não brinca em serviço!!!
    Parabéns Jean pela bela entrevista!!!
    Grande abraço a todos,
    KHABELLO

    ResponderExcluir
  3. Silvio e Hot Kengas, parabéns pela iniciativa de entrevistar Colecionadores de outros Estados. Fiquei conhecendo o Jean pelo Orkut e logo de cara já fizemos uma troca. Desde então se tornou um grande amigo no Colecionismo. Temos um mesmo tema de coleção e nos chamamos de MUSTANGUEIROS, rsrs.
    Jean, PARABÉNS pela sua coleção, pela entrevista e pela sua persistência em conseguir sempre novas miniaturas para sua coleção. Obrigado por citar meu nome nos comentários.
    Estamos juntos MUSTANGUEIRO.

    171 abraços
    Reno Rocco
    Clube 171 de Colecionadores

    ResponderExcluir
  4. Parabéns aos amigos Jean e Silvio e também a iniciativa de promover o nosso hobby. Excelente entrevista! João Paulo (Garagem Potiguar)!

    ResponderExcluir
  5. Muito boa entrevista e iniciativa! Excelente!
    Parabéns Jean pela coleção e disposição,por aqui no NE eh difícil...
    Arnes

    ResponderExcluir
  6. otima entrevista amigo jean JL, esse é o cabeça do colecionismo maranhense

    ResponderExcluir
  7. Excelente entrevista, colecionador de responsa, e muito gente boa, quem o conhece sabe o que estou dizendo, meus parabéns e sucesso ao grande Jean e ao blog Hot Kengas. *obrigado pela citação na entrevista!

    Abraços a todos colecionadores

    Ricardo V8

    ResponderExcluir
  8. eu qem agradeço a todos pelos comentários.... seguindo smp firme e forte....
    Jean JL

    ResponderExcluir