CCXP 2017

CCXP 2017
Um Click no Banner e vá direto para o Site do Evento

quarta-feira, 22 de junho de 2016








Sejam bem vindos à coluna Hot Collectors!

A partir de agora,  o Hot Kengas abre espaço para histórias, comentários e personalidades que fazem o colecionismo de carros em miniatura algo vale a pena.

Bom divertimento!



Daniel Menezes – Hot Collector desde 2005.

O Começo


Sabe caros Hot Collectors, eu sempre tive vontade de escrever sobre este hobby, foram tantas coisas e personagens que passaram durante estes mais de 10 anos de colecionando carrinhos que não podia deixar de escrever estas memórias, mas este espaço não será apenas para isto, será também uma oportunidade de emitir comentários sobre assuntos que considerar importante, sempre com muito bom humor, mas se precisar falar sério vou fazer. Oia?! Até parece que sou gente (risos).

Tudo começou em 1980, para ser mais preciso no dia 27 de janeiro de 1980, acredito que muitos aqui nem tinham nascido, eu tinha uns dois aninhos, alguém que não sei mesmo dizer quem, assistia o Grande Prêmio do Brasil, e neste dia me lembro da imagem do Brabham BT49 do Nelson Piquet abandonando a prova, foi minha primeira lembrança de um carro de corridas na minha vida. 
Brabham BT49 - GP de Long Beach 1980
Depois disto me lembro de várias outras imagens, mas esta foi um das mais marcantes tanto que nunca me esqueci. Muitos podem pensar então o Brabham BT49 foi sua primeira miniatura na vida? A resposta é bem simples... Não. Durante toda a minha infância este foi sim um dos meus carrinhos mais desejados, mas foi também um dos que mais passou longe da minha casa. A única forma de ter uma réplica era brincando com o autorama do meu vizinho que se mudou pra o meu bairro em 1984, antes disto o BT49 era apenas uma lembrança, foram vários aniversários e dia das crianças e festas de natal; em todas estas festas o BT49 passou em branco, com o tempo passou e eu esqueci o BT49. No final dos anos 90 comecei a colecionar réplicas de Formula 1, mas acreditem, nunca tive grana para comprar um BT49, mais uma vez esqueci dele. Veio os anos 2000, com ele o acesso a Internet, e uma das primeiras coisas que fiz quando adquiri um serviço de banda larga foi procurar o GP do Brasil de 1980 e reavivar a imagem do BT49 que estava congelada na minha memória. Na hora que o Nelson abandona a prova é como se eu entrasse na máquina do tempo e voltasse a 1980. Assisti a prova toda, foi uma boa corrida, o circuito antigo de Interlagos era mesmo especial, a curva 1 era impressionante, uma pena eu não ver vivido aquela era do automobilismo, mas ainda bem que a tecnologia pode me dar o prazer de ver estas provas antigas. Gosto da Formula 1 atual, mas se você curte esporte a motor assista as provas mais antigas e você terá uma dimensão de porque este esporte é tão especial.

Ainda não tenho o BT49 de 1980, mas sinceramente é melhor assim, porque ele nunca sairá de mim, ele está comigo desde sempre, é o meu carro de corridas predileto. ​

Nenhum comentário:

Postar um comentário